MISSA NO MOSTEIRO DE SÃO BENTO COM CANTO GREGORIANO + EXPOSIÇÃO DE ALEIJADINHO

Missa Mosteiro de São Bento e Canto Gregoriano
25 de Março (Domingo)

Exposição de Aleijadinho no Masp terá 50 esculturas vindas de diferentes colecionadores e instituições.

O escultor, um dos gênios do barroco mineiro, tem obras distribuídas, na maior parte, pela chamada Minas colonial – lugares como Ouro Preto, Tiradentes, São João del Rei e Congonhas do Campo.

Imagens do Aleijadinho apresenta a obra de Antônio Francisco Lisboa (1738-1814), uma das principais referências da arte sacra, do barroco e do rococó no Brasil, ativo em Minas Gerais de meados do século 18 ao início do século 19. A mostra apresenta cerca de 50 obras, que incluem esculturas devocionais de Aleijadinho, além de mapas, gravuras, fotografias, pinturas e esculturas de viajantes e outros artistas, que contribuem para a compreensão do contexto e da influência do artífice mineiro na história da arte brasileira.

O nome de Aleijadinho é comumente associado à arte produzida durante o Ciclo do Ouro em Minas Gerais, acompanhando seu apogeu e decadência e incorporando influências do barroco e do rococó. Com a proibição da Coroa portuguesa contra o estabelecimento de ordens religiosas na Capitania, o mecenato à época coube principalmente às ordens terceiras leigas, que encomendaram boa parte da sua produção. A obra de Aleijadinho é, assim, um importante testemunho dos hábitos religiosos e culturais da sociedade mineira durante o período colonial, incluindo a religiosidade popular e as separações raciais em torno das diferentes irmandades e ordens terceiras.

Dessa forma, Imagens do Aleijadinho tem seu foco no acervo de esculturas devocionais produzido por Aleijadinho e sua oficina e reúne imagens atribuídas ao artífice mineiro e executadas em diferentes etapas de sua produção, incluindo obras pertencentes a museus públicos brasileiros, igrejas barrocas mineiras e coleções particulares.

Além do conjunto de esculturas atribuídas ao artista, uma seção iconográfica foi incorporada à exposição – incluindo mapas da capitania de Minas Gerais e suas comarcas; gravuras de viajantes do início do século 19, que retratam o modo de vida e a paisagem nas Minas de Ouro; imagens de fotógrafos que documentaram sua obra ao longo do século 20, como Horacio Coppola e Marcel Gautherot; e obras de artistas visuais que fazem referência à arte de Aleijadinho e seus contextos de produção e recepção, como Alberto da Veiga Guignard, Henrique Bernardelli, Tarsila do Amaral, Aloísio Magalhães e Juan Araujo, entre outros. Essas imagens ecoam o legado de Aleijadinho e atestam sua centralidade na construção de uma história da arte brasileira.



INFORMAÇÕES SOBRE A EXCURSÃO:

LOCAL DO EVENTO: Mosteiro São Bento + Masp (São Paulo)

DATA E HORÁRIO: 25 de Março (Domingo) - Saída de Campinas: 08h00

LOCAL DE SAÍDA DA EXCURSÃO:

- Missa Mosteiro: 10h00 às 12h00
- Almoço: 12h30 às 14h30
- Exp Aleijadinho: 15h00 às 17h00
- Retorno Campinas: 18h30

Arena Estacionamento
(Rua General Osório, 1741, Cambuí, Campinas)


PREÇOS DA EXCURSÃO:

R$ 190,00 a vista ou
R$ 199,50 em 2 X ou 01 vez no Cartão de Crédito
- Incluído Ingresso Exposição
- Não Incluído Almoço neste Valor

Incluso na excursão:
- Ingressos antecipados
- Transporte em ônibus de luxo
- Serviço de bordo
- Guias acompanhantes

Detalhes sobre o pagamento:
* Os preços da tabela incluem o valor total da excursão
- Aceitamos cheques, depósito bancário, pagamento por boleto bancário ou Cartão de Crédito Master/Visa
- Pagamento em 2 vezes iguais sem juros nos cheques, boletos ou 5% de desconto a vista
- Pagamento em uma vez no cartão de crédito

Comprar / Reservar